Filme: Wild

Não sou dessas que sei falar sobre filmes, sobre seus enquadres e quão foda é o diretor ou não. Enfim,  não sou uma crítica de cinema e nem quero ser. Porém, é tão bom escrever sobre aqueles filmes que te tocam de alguma forma não é? Estou muito numa faze de pensar que “se faz sentir, faz sentido”, então…

Vi sobre esse filme na minha timeline do Facebook, alguém dizendo que precisava assistir. Li a resenha e desencanei. Eis que conheci o Popcorn Time e ele estava lá, lindo e belo para eu assistir.

Se você ainda não conseguiu desligar a imagem de Reese Witherspoon da sua personagem em Legalmente Loira, chegou a hora. Resse interpreta  Cheryl,  uma mulher que resolve deixar para trás seus fantasmas e dramas para buscar se conhecer, saber quem de fato era.  Em meio a trama, o drama e os 1.770 quilômetros da trilha que atravessa, na costa oeste dos Estados Unidos, Cheryl conhece pessoas diferentes, se assusta e vai lembrando de algumas situações que a impulsionaram a sair por aí.

Impossível assistir o filme e não se lembrar de A natureza selvagem. A solidão, as descobertas, as sutilezas da natureza e suas armadilhas: acredito que isso faz parte da composição dos dois filmes. Quando assisti A natureza selvagem foi legal, sabe? Era início da faculdade e como era para algum trabalho, prestei atenção em partes específicas. Foi diferente a experiência com Wild.

Ambas as histórias são baseadas em fatos reais. Mas, o mais real disso, é que o questionamento trazido por Wild me atravessa. Quis ficar só por um período de tempo. Estava de saco cheio das coisas da vida, tinha que colocar uma mochila nas costas, lidar com os meus medos e arrancar a minha própria unha depois de usar por dias um sapato desconfortável. Tinha que me virar no avesso e ver qual lado seria o certo, se é que há lado certo. Quando os filmes, mesmo que mornos, me deixam com questões, me fazem sentir alguma coisa, eles já merecem algum tipo de atenção.

Quer um filme para um sábado a noite sem nada para fazer? Curte um filme dramático e lento? Gosta de frases de impacto e belas paisagens? Bom, se joga então. 🙂


Título original e brasileiro: Wild | Livre
Ano: 2014
Diretor: Jean-Marc Vallée
Gênero: Biografia e Drama
País de Origem: Estados Unidos
Avaliação: ★★★☆☆

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s